Plano de Reciclagem

» » Plano De Reciclagem
 
 

Plano de Reciclagem

Considerado um dos pilares fundamentais nos valores da empresa, a responsabilidade sócio ambiental mostra-se uma grande prioridade para a NOVUS. Por meio do Plano de Reciclagem, a empresa busca oferecer um destino final ambientalmente adequado aos produtos pós-consumidos, fazendo com que estes não sejam inapropriadamente descartados.

Descarte apropriado

A destinação correta aos resíduos gerados nos processos de produção industrial é considerada um dos grandes desafios da sociedade contemporânea. Estudos científicos constatam que os danos decorrentes do descarte incorreto destes resíduos interferem nas mudanças climáticas.

 

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) o Brasil produz diariamente cerca de 240 mil toneladas de lixo, sendo que grande parte é posta inadequadamente em lixões. Atualmente existem cerca de 2.906 lixões distribuídos em 2.810 municípios. Destes, apenas 18% possuem programas oficiais de coleta seletiva.

Política Nacional de Resíduos Sólidos

Com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída em 2010, o objetivo é disciplinar tanto a gestão quanto o gerenciamento de resíduos sólidos no país através do sistema de logística reversa.  Para isso foi criado o Comitê Orientador para a Implementação de Sistemas de Logística Reversa, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e integrado também pelos Ministérios da Saúde, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Fazenda (Mapa).

 

A PNRS estimula as empresas e demais instituições públicas e privadas a desenvolver o seu plano de gerenciamento de resíduos sólidos, integrado ao plano municipal, e disponibilizá-lo aos órgãos municipais competentes. Com isso, é possível aumentar o índice de coleta seletiva e de reciclagem, e reduzir a quantidade de resíduos despejados nos aterros sanitários.

 

A sociedade tem um papel de destaque na PNRS, com a função de conseguir as mudanças necessárias e implantar novas referências durante a produção e no consumo. Isto faz com que a diminuição do volume de resíduos sólidos e de rejeitos gerados seja responsabilidade não só dos fabricantes, mas também de distribuidores, comerciantes, consumidores e titulares dos serviços públicos de limpeza urbana.

Processo de Reciclagem

A NOVUS possui o Plano de Reciclagem com a finalidade de incentivar clientes e colaboradores a realizarem a coleta seletiva, dispondo de um ponto de recolhimento dos produtos: a Matriz em Porto Alegre (RS).  

 

Após o cliente enviar os produtos para a NOVUS, é feita uma triagem inicial, realizada na Assistência Técnica para avaliar as condições de cada produto. Os equipamentos que não podem mais ser reutilizados são desmontados e depois classificados e separados de acordo com os seus componentes principais, desde metais, componentes eletrônicos, cabos, plásticos e embalagens. Após o armazenamento, esses materiais são encaminhados a empresas especializadas em reprocessamento, de modo que a reciclagem do lixo eletrônico seja feita de forma correta.

Como o cliente deve proceder?

Os clientes poderão fazer o envio dos produtos para seu devido descarte mediante nota fiscal de remessa (CFOP 5949 – 6949). Clientes que não possuem documentação fiscal – por se tratar de pessoa física, por exemplo – poderão realiza-la mediante declaração disponibilizada no site para download.

 

A responsabilidade pelo frete nas operações de remessa de resíduos sólidos eletrônicos é do remetente, neste caso o cliente.

 

A identificação deste envio far-se-á mediante descrição a ser realizada nas notas fiscais de remessa no campo de Dados Adicionais, Informações Complementares de que se referem a produtos para descarte e/ou previsão legal Federal e Estadual.

 

Os produtos deverão ser enviados todos para a Matriz. As Filiais não comportam recebimento e descarte destes equipamentos.

 

Responsabilidades

 

É responsabilidade da NOVUS realizar as devidas operações para descarte dos produtos. Para isso, a empresa compromete-se em realizar a segregação dos resíduos e promover o correto acondicionamento destes, separando-os adequadamente em suas devidas embalagens hermeticamente fechadas com a respectiva identificação dos produtos entregues, de acordo com o Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

 

A execução dos serviços de coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos de serviços de industriais fica por conta do serviço contratado pela empresa. A mesma realiza a reciclagem correta de resíduos de componentes eletrônicos, com veículos devidamente licenciados, atendendo todas as Normas Técnicas da ABNT, Legislação Ambiental do CONAMA, Resoluções da ANVISA e disposições gerais das licenças de operações da FEPAM (Fundação Estadual de Proteção Ambiental).

Informe seu produto:

Já sabe o que procura?

Arquivos

Registros 

      

Não foram encontrados downloads